ATENÇÃO: As inscrições para o Ahlan Wa Sahla 2009 já estão abertas, saiba tudo sobre o evento aqui no blog!

Não fique por fora do maior evento anual de dança do ventre de Campinas. Clique aqui para saber mais.

Aqui é lugar de paz, estudo e muita dança!

Seja muito bem vinda(o) a esse blog.
Eu Mariela Maia, farei o melhor para conseguir levar informações importantes até você.
Esse blog é de todas nós, aqui você pode opinar através dos comentários e enquetes, sugerir mudanças e participar ativamente.

Como funciona o blog?

Como em todo o blog, toda atualização recente fica na frente. Portanto, tem conteúdo de pesquisa e estudo em todas as páginas.Utilizando o postagens mais antigas, no final da página, você navega pelo blog, como se estivesse lendo um livro de trás para frente sem perder nada.Você pode navegar também pelos temas na coluna "Estude pelo tema", por exemplo, o tema vídeo aula irá te mostrar todas as postagens como vídeos aulas feitas carinhosamente para você por mim, Mariela Maia. Bons estudos!

27 de janeiro de 2009

Dança do Ventre Acadêmica

Você sabia que a dança do ventre não é acadêmica?
Qual o método de ensino que usa a sua escola? Você não deve saber porque não deve existir. Quando vamos nos matricular em qualquer escola, em primeiro lugar ficamos sabendo das regras,uniforme,método de ensino,valor da média para passar,não é isso?
Isso acontece também no ballét e em qualquer lugar onde há interesse em um estudo de qualidade.
Criei um método de estudo onde estarei disponibilizando simultaneamente em dvds e apostilas,a bailarina conseguirá estudar com respeito e realmente aprendendo porque é um método inteligente,interessante,com didática moderna e que valoriza a individualidade sem sair do contexto da dança Árabe.
Por que criei esse método?
Em nenhuma uma academia, workshop, casas de aula que estudei essa dança houve um comprometimento com a evolução das alunas, mesmo porque muitas vezes a professora não estava apta a lecionar.
Quando você está na primeira série e passa de ano o normal não é ir para a segunda série?
A dança do ventre não divide em classes de ensino,infelizmente nem classes têm a não ser a classe iniciante,intermediária e a avançada, e entra na avançada ultimamente não quem é,mas quem quer ou quem só tem aquele horário para fazer aula, sabe?
Eu como professora já saí de várias academias por estar fazendo um trabalho com um grupo e chegar alguém despreparada, mas que só tinha aquele horário e a resposta das academias para mim era sempre a mesma "temos que pagar as contas".
É disso que vive a dança do ventre no Brasil, não de talentos, não de professoras comprometidas com o ensino, mas a porcentagem maior é de academias e professoras que precisam pagar as contas.
O que fazer?
Você tem várias opções, duas são óbvias:
-Ir junto com o fluxo ou nadar contra a maré!
Eu li alguns métodos de ensino da dança do ventre e entrei em pânico com tamanho despreparo,claro nem todos são ruins, aliás alguns são muito bons, mas existem métodos sem fundamento algum, um deles dizia que no terceiro ano a bailarina se familiziaria com os ritmos, isso existe?
Quem dança, dança alguma música e como então vai aprender o básico, o alicerce só após três anos?
Acordaaaaaaaaa gente!
Vocês estão comprando emoções erradas.
Comecem a frequentar grandes eventos anuais Árabe e verão o que falo, verão que infelizmente existe um declínio anual dessa arte.

O que vou encontrar nesse método?
Você vai encontrar em primeira instância cinco anos de estudos direcionados e diferenciados que caminharão em uma evolução organizada. Para cada ano serão gravados dois DVD's com as técnicas passo a passo e, simultaneamente em cada DVD, uma apostila onde a estudante caminhará lado a lado com a cultura e teoria do que está aprendendo para se organizar.
AGUARDEM!

13 comentários:

Roseleine disse...

Gostaria de ter lido esse post 8 anos atras.
Mariela voce esta de parabens.
Pena que nao moro mais no Brasil!

Andressa disse...

Já ouvi várias pessoas dizendo que a dança do ventre, em especial os
movimentos com a barriga, faz com que a barriga fique flácida e saliente. Enquanto outras pessoas afirmam ser um mito. Gostaria de saber de você Mariela, é verdade ou mito que estes movimentos deixam a barriga flácida e saliente(barriguda)?

Adorei o blog! Parabéns!

Mariela Maia disse...

Roseleine,muito obrigada,mas faça agora o que não fez a oito anos,não perca tempo nem vida!
Beijos.

Mariela Maia disse...

Andressa
A dança do ventre é um exercício aeróbico,mas não temos como comparar uma aula da outra.
Existem professoras que corrigem postura e existe professoras que não.
Como exercício aeróbico eu afirmo que é mito dar barriga,mas se cair em uma professora errada,que não sabe corrigir,pode sim ganhar uma bela lordose e isso sim poderá projetar a barriga para frente.
Veja:O quadril sobe e automaticamente a barriga desce,quando há uma postura correta,o quadril desce (encaixa)e a barriga sobe(encaixa).

Naznin disse...

Oi Mariela.

Eu já acompanho o seu blog há um tempo e estou gostando bastante.

Eu sou aluna de dança do ventre, mas sou professora de inglês, e infelizmente vejo que esse despreparo também acontece na minha área. Muita gente confunde o "saber fazer" com o "saber ensinar", e quando isso acontece em relação a qualquer trabalho físico, pode causar problemas muito sérios, inclusive lesões.

A falta de método é realmente absurda na dança do ventre. Mudar de escola é partir para algo totalmente novo (não no bom sentido), vc nunca sabe o que vai encontrar. Mas eu sou otimista quanto a isso, eu vejo que existem profissionais sérias e alunas que estão dispostas a tentar mudar esse cenário, a única coisa ruim é que ainda estamos em número pequeno, mas quem sabe em alguns anos...

bjão

assessoriammeventos disse...

Oi Naznin
Então você me entende.
Sim, o despreparo para lecionar e assim mesmo fazer é uma porta para várias lesões,para ganho sim de barriga por não corrigir postura em especial a lordose e outras coisas.
Uma aula adequada tem que começar com aquecimento seja ele geral ou específico,depois alongamento,no final da aula alongar de novo para não encurtar os músculos e para no mínimo eliminar o ácido láctico que evita dores musculares.
Isso é o mínimo dos mínimos, mas tem aulas de dv com uma hora aula,como isso?
O que pode estar certo em uma aula dessa?
Quanto tempo leva um bom aquecimento, um bom alongameto(antes e depois),que tempo então sobra para a aula em sí?

Carlinha disse...

Mariii linda!
Não vejo a hora deste lançamento. Conta logo qual a academia vai?
Embora sendo em SP ainda talvez fique longe pra mim?
Vai ter DVD didático para estudar em casa né?
Beijos!

Zil disse...

Mariela,
Conheci seu trabalho através do youtube e fiquei bastante curiosa com o que vi, daí minha visita em seu blog que é muito interessante e rico, no entanto nada deve ser generalizado, não é mesmo ? Sou professora de dança do ventre formada há 20 anos e atualmente leciono numa academia que me concede a autonomia de separar as turmas, disponibiliza duas horas aula e turmas reduzidas para que as alunas possam ser acompanhadas adequadamente. Claro que a maioria dos lugares exibe despreparo, porque a dança não é puro entretenimento, mas estudo, entretando existem alguns lugares que respeitam o trabalho do profissional e permite que lecionem adequadamente. A aluna também deve ter alguma informação ao procurar aulas ou no mínimo saber o que deseja, pois algumas entendem que fazer dança do ventre serve apenas para melhorar técnicas de sedução. Quando recebo uma pretensa aluna, antes da matrícula há uma entrevista com alguns esclarecimentos sobre a metodologia de aula e para que saibam o que vão encontrar. Quando se trata de aluna que já fazia aula, a entrevista se estende para uma aula experimental para adequar o nível. Algumas não voltam. As que ficam têm se tornado talentosas bailarinas.
Um grande abraço, sucesso.
Zil Camargo

ahlan wa sahla disse...

Carlinha
Vou estar dia 29 de março na Art Ballét,no Carrão.
Os dvds só a partir de abril,mas não perde não o work.
Tô com muita saudade de você Carlinha,muita mesmo.

ahlan wa sahla disse...

Zil
Tudo na vida tem vários lados e basta saber qual a gente quer percorrer.
Muito legal uma coisa que falou, de dar oportunidade da aluna nova antes de se matricular fazer uma aula experimental,assim ela tem uma chance maior de ver se é ou não esse caminho que quer traçar e ao mesmo tempo a professora tem a chance de ver se ela "cabe" no que o grupo está aprendendo para ninguém ser prejudicado.
Sou a favor do estudo compromissado e completamente contra a empurroterapia onde ninguém aprende nada,a não ser se essa for a proposta,por exemplo,tem muita gente que quer apenas relaxar o que é válido,não é comigo mas passo para algumas professoras com esse procedimento.
Ninguém é obrigada a querer o que eu quero e eu também não sou obrigada a trabalhar como não quero,por isso existe aula para todo mundo,professora para todo mundo e aluna para todo mundo.

ahlan wa sahla disse...

Zil
Gostaria de conehcer o seu trabalho,me add no orkut mariela maia(2)pra gente conversar melhor.

Linda Ro disse...

AMEI SUA DIDÁTICA, SUAS DICAS E SOBRETUDO SUA VISÃO DA DANÇA.ONDE OU COMO POSSO ADQUIRIR OS DVS?
BJOS

Anônimo disse...

oi mariela,

adorei i seu blog. como posso fazer para comprar as suas apostilas? ou os seus dvd's? onde posso ver os preços?

beijos,
Pati
patriciabarbedo@hotmail.com